Acesso

Acesso

Os cursos são dis­po­ni­bi­li­zados todos os se­mes­tres nos Cen­tros Es­ta­duais, Ter­ri­to­riais e uni­dades que ofertam Edu­cação Pro­fis­si­onal e Tecnológica. A oferta ocorre por forma de ar­ti­cu­lação. Basta ficar atento à di­vul­gação feita pela Se­cre­taria da Edu­cação para saber o pe­ríodo de ins­crição e ma­trí­cula dos cursos.

- Público beneficiário:

  • Egressos da rede pública de educação
  • Trabalhadores/as com ensino médio e fundamental incompletos e jovens egressos do ensino médio público
  • Populações excluídas, como quilombolas, povos indígenas, agricultores/as familiares, trabalhadores/as domésticos/as e apenados
  • Em todos os cursos, são desenvolvidas ações que impeçam a discriminação de raça/etnia e de gênero, e que permitam a inclusão de pessoas com deficiência.

- Sorteio Eletrônico

O sorteio eletrônico é realizado para os cursos técnicos de nível médio na forma de articulação Subsequente, ou seja, para quem já terminou o ensino médio e quer voltar para a escola para fazer um curso técnico. Para participar do sorteio eletrônico, o interessado deve fazer a inscrição online no portal da Educação.

Todas as etapas, desde a abertura das inscrições até o seu resultado, são amplamente divulgadas. O sorteio eletrônico é acompanhado por representantes de órgãos como o Ministério Público, Tribunal de Contas, Auditoria Geral do Estado, Conselho Estadual de Educação, gestores de unidades da Educação Profissional e candidatos. É transmitido por videoconferência, em tempo real.

O sorteio eletrônico público foi adotado desde 2009, como forma de garantir igualdade de oportunidades e transparência na Política Pública de Educação Profissional. Este processo  permite a igualdade de condições para o ingresso nas escolas da rede estadual, evitando a "meritocracia". Esta é uma forma democrática de acessar a Educação Profissional no Estado.

As vagas são destinadas a estudantes que tenham concluído o Ensino Médio, de forma gratuita, seja em estabelecimentos de ensino da Rede Pública de Educação, no âmbito federal, estadual ou municipal ou, tenha comprovadamente, cursado o ensino médio em instituição filantrópica, ou em instituição privada na condição de bolsista integral, e querem voltar para a escola para fazer um curso técnico.

Formas de articulação e Modalidades Ofertadas
  • Educação Profissional Integrada (EPI) - contempla cursos técnicos integrados ao ensino médio que duram quatro anos e são voltados para quem terminou o ensino fundamental.
     
  • Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio em Tempo Integral (EPITI) - contempla cursos técnicos integrados ao ensino médio e ofertados em tempo integral. Duram três anos e são voltados para quem terminou o ensino fundamental.
     
  • Proeja Médio (Educação de Jovens e Adultos) - integra Educação Profissional à Educação de Jovens e Adultos no Ensino Médio. Ao mesmo tempo em que os estudantes concluem o ensino médio, recebem o diploma do curso técnico. Os cursos duram dois anos e meio.
     
  • Proeja Fundamental - a Educação Profissional está integrada à Educação de Jovens e Adultos no Ensino Fundamental, possibilitando a elevação da escolaridade com qualificação social e profissional. O Proeja Fundamental é voltado a jovens e adultos trabalhadores a partir dos 18 anos e tem a duração de dois anos.
     
  • Proeja Médio e Proeja Fundamental em regime de alternância - ofertados para populações, a exemplo de trabalhadores rurais, domésticos e catadores de material reciclado, cuja realidade de trabalho não permite a freqüência seqüencial das aulas. Tem a duração de 5 semestres.
     
  • Subsequente (Prosub) - os cursos técnicos são direcionados para quem já concluiu o ensino médio e volta à escola para fazer a formação profissional. Duram dois anos, independentemente do eixo tecnológico e ocupação a que eles se destinam.
     
  • Concomitante – Articula educação básica à Educação Profissional. O estudante matriculado no ensino médio da rede estadual poderá fazer um curso técnico de nível médio ou de qualificação profissional em turno diferente ao que está matriculado.

Notícias Relacionadas