Complexos Integrados de Educação

Complexos Integrados de Educação

O Plano de Governo participativo 2014 traz , para a Educação Superior, a proposta de unificar as ações institucionais, sob a liderança da SEC, criando um Sistema Estadual de Educação Superior que reúne as 11 universidades públicas do Estado para planejamento de ações conjuntas.

Nesse contexto, o Governo da Bahia, por meio da Secretaria da Educação do Estado, implantará três Complexos Integrados de Educação nas cidades de Itabuna, Porto Seguro e Itamaraju, ainda para o ano letivo 2016. A ação será desenvolvida com a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) e é resultado do programa Educar para Transformar – um Pacto pela Educação, que visa à formação de uma rede de parceria pela melhoria da educação pública na Bahia.

Cada CIE será composto por:

  • Centro de Ensino Médio Integral (CEMI)
  • Centro Noturno de Ensino (CNE, ou CENEB - Centro Noturno de Educação da Bahia)
  • Centro de Formação Docente Continuada (CF-DoC)
  • Colégio Universitário (CUNI)


Trata-se, portanto, de um complexo que reúne ensino superior, formação docente e cogestão de escolas de ensino médio e ensino noturno, mediante forte ligação das práticas pedagógicas neles realizadas, juntamente com a formação de professores na UFSB, em suas LIs.

A gestão dos complexos será compartilhada. A UFSB ficará responsável pela gestão pedagógica dos três complexos e assessorará a gestão administrativa que é de competência da Secretaria da Educação. Intervenções estão sendo feitas pelo Estado nas unidades de ensino que terão os nomes transformados nos complexos. Em Itabuna, o Complexo será implantado no Colégio Estadual Amélia Amado, em Porto Seguro, no Colégio Estadual Pedro Álvares Cabral e em Itamaraju, duas unidades serão transformadas no Complexo Integrado de Educação, o Colégio Estadual Inácio Tosta Filho e o Colégio Estadual Polivalente.

Comentários