Projetos e Ações

Projetos e Ações

Diálogo com a sociedade civil organizada e parcerias

A Secretaria da Educação, considera o estabelecimento de parceria, importante ação para fortalecer a política educacional, estabelecer diálogos e definir estratégias de atendimento às especificidades da educação escolar indígena no estado. Para tanto, vem desenvolvendo ações/atividades que fortalece o dialogo com povos indígenas, visando a ampliação das discussões e debates; bem como aprofundamento de questões inerentes ao processo de construção da política estadual da Educação Escolar Indígena.

Dentre as entidades parceiras, destaca-se o Fórum Estadual de Educação Indígena, a Fundação Nacional de Assistência ao Índio (Funai), Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Secretarias Municipais de Educação (SMEC), Instituto Federal da Bahia (IFBA), etc.

Listamos aqui algumas das ações/atividades que a Secretaria da Educação é parceira

  • Apoio à realização das reuniões do Fórum Estadual de Educação Escolar Indígena - instância prioritária de interlocução entre os povos indígenas e a Secretaria da Educação na construção coletiva da política pública de educação escolar indígena para as 16 etnias do Estado da Bahia.
  • Parceria no IX Encontro sobre Leitura e Escrita em Sociedades Indígenas - ELESI. Os encontros constituem-se no único evento periódico nacional no campo da educação escolar indígena, e com sua IXª realização, em 2012 na Bahia,, completará 17 anos de tradição.
  • Parceria no VI Seminário Cultural da Juventude Tupinambá - Serra do Padeiro. Tema: "JOVENS INDÍGENAS NAS LUTAS DE SEUS POVOS, CONSTRUINDO O BEM VIVER" - tem como principal objetivo " Construir e fortalecer uma juventude organizada e consciente de seu papel na luta pelos seus direitos e de suas comunidades, fortalecendo o seu BEM VIVER".
  • Apoio à realização das reuniões do Conselho Estadual de Direitos dos Povos Indígenas – COPIBA para avaliação e acompanhamento no desenvolvimento das ações do Plano de Trabalho Operativo das 14 Secretarias de Estado voltado para as populações indígenas.
  • Parceria na realização dos jogos escolares indígenas nas modalidades específicas das culturas indígenas.

Embora os avanços na educação escolar indígena pareçam poucos diante da dívida social que o Brasil tem com os povos indígenas, as conquistas presentes impulsionam a prosseguir no trabalho coletivo e na adoção de medidas que possibilite vencer os desafios postos para a efetiva construção de uma educação escolar indígena com qualidade, fruto da ação solidária: povos indígenas e poder público.